João Soares

Político português, João Barroso Soares nasceu em 1949, em Lisboa, filho de duas personalidades destacadas da vida pública portuguesa, Maria Barroso e Mário Soares. Licenciou-se em Direito pela Universidade Clássica de Lisboa, tendo sido por várias vezes expulso da instituição por motivos políticos, uma vez que se encontrava empenhado na oposição ao Estado Novo.
Desempenhou diversos cargos de relevo no Partido Socialista: foi membro da Comissão Nacional e da Comissão Política (1987-1991), e depois membro do Secretariado Nacional (1991-1996).
Tem ainda exercido funções institucionais em diversos órgãos de soberania. Foi deputado à Assembleia da República entre 1987 e 1989. Dedicando-se depois à política autárquica, foi o vereador responsável pelos pelouros da Cultura, Espaços Verdes, Conservação e Obras Diversas (1989-1995) da Câmara Municipal de Lisboa. Foi eleito deputado ao Parlamento Europeu (1994-1995). Em 1995, altura em que Jorge Sampaio se candidatou à Presidência da República, assumiu a presidência da edilidade lisboeta. Venceu as eleições autárquicas de 1997, à frente da coligação de esquerda em que estava integrado desde 1989. Recandidatou-se ao cargo em 2001 mas perdeu o lugar para Santana Lopes.
Em julho de 2004, após a demissão de Ferro Rodrigues do cargo de secretário-geral do PS (por insatisfação relacionada com a decisão do presidente Jorge Sampaio de nomear um novo Governo Constitucional, o XVI, em substituição do XV de Durão Barroso - entretanto convidado a apresentar a sua candidatura a presidente da Comissão Europeia), decidiu apresentar a sua candidatura à liderança do partido, posicionando-se como um candidato da fação conservadora do Partido Socialista. As eleições, que decorreram a 24 e 25 de setembro de 2004, deram, no entanto, a vitória a José Sócrates, tendo João Soares obtido cerca de 4% dos votos.
Como referenciar: João Soares in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-01-26 21:15:00]. Disponível na Internet: