João XXIII

Papa italiano, filho dos camponeses Marianna Mazzola e de Battista Roncalli, Angelo Giuseppe Roncalli nasceu a 25 de novembro de 1881, em Sotto il Monte (Bérgamo). Iniciou a aprendizagem do latim na paróquia de Cervico, a dois quilómetros de sua casa, tendo depois ido para Celana, estudar no colégio episcopal. Estudou no seminário de Bérgamo e aos treze anos recebeu as ordens menores, tornando-se também membro da Congregação da Anunciação da Imaculada. Em 1901 foi para Roma estudar no Ateneu de Santo Apolinário, no ano seguinte fez o serviço militar o regimento de infantaria de Bérgamo e em 1902 licenciou-se com o grau de sargento. Em 1903 tornou-se subdiácono e diácono de São João de Latrão e doutorou-se e ordenou-se em 1904. Foi secretário do bispo Giacomo Maria Radini Tedeschi de Bérgamo, lecionou História na igreja do seminário desta cidade e publicou Gli Atti della visita apostolica di S. Carlo Borromeo a Bergamo. A partir de 1915 foi sargento e capelão militar no exército, em 1918 criou um lar para jovens no palácio Marenzi, onde acolhia rapazes dos meios rurais e com poucas posses para estudarem em Bérgamo. Em 1821 tornou-se secretário para a Itália da Obra de Propaganda Fide e prelado de Bento XV, foi membro da comissão de organização da Exposição missionária de 1925, visitador apostólico na Bulgária, bispo de Aeropoli, delegado apostólico para a Turquia e Grécia (tendo neste cargo obrado para a salvação de milhares de judeus do nazismo), núncio em Paris, observador permanente da Santa Sede na Unesco e cardeal patriarca de Veneza.
Eleito papa para sua surpresa, a 28 de outubro de 1958, uma vez que contava já uma idade avançada, nomeou secretário de Estado o cardeal Angelo Cicognani e designou o cardeal Santiago Luís Copello, arcebispo de Buenos Aires, chanceler da cúria. Inseriu de novo o costume das audiências, acostumado como estava ao contacto direto com os seus paroquianos, e deu o exemplo da caridade e misericórdia ao visitar os presos (algo nunca feito por um pontífice) e os enfermos.
João XXIII reformou a cúria, aumentou o número de cardeais para oitenta e sete (incluindo cardeais de outros continentes que não o europeu), convocou o Concílio Vaticano II (1962-1965), expediu encíclicas como a Princeps pastorum (1959) e Grata recordatio (1959), referentes respetivamente às missões e ao rosário. A encíclica Pacem is terris (1963) teve suma importância ao marcar a necessidade de aplicação da doutrina social da Igreja e a Mater et Magistra (1961) frisava o direito à propriedade privada de todas as classes da sociedade enquanto fundamento da individualidade e definia a propriedade pública.
Despedindo-se da vida por meio de uma bênção Urbi et Orbi na Praça de São Pedro, onde se agrupava uma imensidão de fiéis, faleceu a 3 de junho de 1963.
Como referenciar: João XXIII in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-23 23:57:13]. Disponível na Internet: