Jogos Olímpicos de Helsínquia, 1952

A XV edição dos Jogos Olímpicos realizou-se em Helsínquia, Finlândia, entre 19 de julho e 2 de agosto, com participação de 4955 atletas de 69 países, a competir num total de 17 modalidades desportivas.
Desde os anos 20 que a Finlândia se estava a impor no desporto mundial, sendo o país de onde se lançavam inúmeros campeões olímpicos. A escolha de Helsínquia para receber os Jogos de 1952 reconheceu aos finlandeses o trabalho que tinham desenvolvido a nível desportivo.
Esta XV edição dos Jogos Olímpicos ficou marcada pelo regresso da Alemanha e do Japão às competições olímpicas, depois de terem sido afastados no pós-Segunda Guerra Mundial. Por outro lado, foi neste ano de 1952 que a Rússia fez a sua entrada no mundo olímpico. Nos Jogos Olímpicos anteriores, realizados em 1948, a Rússia tinha estado em Londres apenas como observadora da competição.
Em 1952, depois de preparar a sua participação nos Jogos de Helsínquia, a Rússia destacou-se nas modalidades de atletismo, halterofilismo, boxe, luta, tiro, remo e ginástica.
As Olimpíadas de Helsínquia serviram, também, de consagração do atleta checo Emil Zatopek, que conseguiu o feito histórico nos Jogos Olímpicos de ganhar as provas dos 5000 e 10 000 metros, bem como a maratona.
Nos Jogos organizados pela Finlândia também se viu, pela primeira vez, a vitória de uma mulher na modalidade de hipismo: a vencedora foi a dinamarquesa Lisa Hartel.
O Luxemburgo recebeu, nesta edição, a sua primeira medalha olímpica, através de Joseph Barthel quando venceu a prova dos 1500 metros em atletismo.
A participação portuguesa em Helsínquia contabilizou 71 atletas, mas só dois conseguiram uma medalha de bronze: a dupla de velejadores Joaquim Fiuza e Francisco Andrade, na classe "Star". Dos atletas portugueses, que participaram num total de nove modalidades, apenas três eram mulheres. 1952 foi, aliás, o ano de estreia das participações femininas portuguesas em competições olímpicas.
Em termos de medalhas, os Estados Unidos da América foram o país que conquistou maior número, sendo 40 de ouro, 19 de prata e 17 de bronze.
A grande surpresa veio da Rússia que, no ano em que se estreou nas competições olímpicas, contabilizou 71 medalhas, classificando-se em segundo lugar na tabela por países. Os atletas russos conseguiram 22 medalhas de ouro, 30 de prata e 19 de bronze.
Como referenciar: Jogos Olímpicos de Helsínquia, 1952 in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-11 17:38:12]. Disponível na Internet: