John McTiernan

Realizador norte-americano, John McTiernan nasceu a 8 de janeiro de 1951 em Albany. Cresceu num ambiente artístico, já que o seu pai era cantor de ópera, começando a atuar em pequenos papéis em criança. Estudou cinema e depois fez cerca de 200 filmes publicitários antes de se estrear como realizador, em 1986, com Nomads (Nómadas), um filme de terror protagonizado por Pierce Brosnan. Com o seu filme seguinte - Predator (Predador, 1987) -, estabeleceu-se como um dos melhores realizadores americanos de filmes de ação. Protagonizado por Arnold Schwarzenegger, o filme coloca frente a frente um comando militar e uma criatura alienígena no meio da selva sul-americana, funcionando também como uma alegoria sobre a guerra do Vietname. Em 1988, realizou um dos melhores filmes de ação dos anos 80 e também um dos mais famosos e lucrativos: Die Hard (Assalto ao Arranha-Céus). Protagonizado por Bruce Willis, que atingiu o estrelato com este papel (o polícia John McLane), o filme foi nomeado para vários Óscares em categorias técnicas e estabeleceu um padrão de qualidade no género. Foi alvo de duas sequelas, uma delas novamente realizada por McTiernan - Die Hard: With a Vengeance (Die Hard: A Vingança, 1995) - mais um grande espetáculo de ação protagonizado por Bruce Willis e Samuel L. Jackson.
Em 1990, realizou The Hunt For Red October (Caça ao Outubro Vermelho), trepidante adaptação de um livro de Tom Clancy que inaugurava a série que ficou conhecida por Jack Ryan (o nome do protagonista), com Sean Connery e Harrison Ford. Em 1992, fez uma incursão por terrenos menos agitados com Medicine Man (Os Últimos Dias do Paraíso), um filme de ressonância ecológica sobre um cientista (Sean Connery) que procura na floresta o elemento que possa conduzir à cura para o cancro. No ano seguinte, realizou um filme demasiado visionário que parodiava o cinema de ação - Last Action Hero (O Último Grande Herói). Novamente com Arnold Schwarzenegger, o filme conta a história de um miúdo que consegue entrar literalmente num filme com as suas personagens cinematográficas favoritas, ao mesmo tempo que o vilão consegue entrar no mundo real. O filme fracassou comercialmente, mas foi muito apreciado por parte dos críticos. Em 1999, foram lançados dois filmes por si realizados: 13th Warrior (O Último Viking), protagonizado por Antonio Baderas, que tinha sido filmado dois anos antes, mas sofrera diversos percalços de pós-produção, o que acaba por ser visível no resultado final; e The Thomas Crown Affair (O Caso Thomas Crown), com Pierce Brosnan e René Russo, sedutor remake do clássico homónimo com Steve McQueen. Em 2002, realizou o fracassado Rollerball, mais um remake; e Basic (Básico), um thriller desconcertante com John Travolta e Samuel L. Jackson.
Como referenciar: John McTiernan in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-22 04:53:26]. Disponível na Internet: