Jorge Reis

Ficcionista e jornalista, nascido a 30 de janeiro de 1926, em Vila Franca de Xira, e falecido em 2006. Viveu, desde 1949, exilado em França, onde conviveu com um núcleo de exilados portugueses de que chegou a fazer parte Aquilino Ribeiro, cujos textos inéditos recolheu e publicou em 1988, em Páginas do Exílio I e II. Colaborou com o Diário de Lisboa, Gazeta de Coimbra, Seara Nova, Vértice, entre outras publicações. Depois da publicação de um volume de contos, em 1958, a sua vocação como ficcionista é confirmada com a atribuição do Prémio Camilo Castelo Branco ao romance Matai-vos Uns aos Outros, uma intriga policial que se reveste de contornos de crítica social e política.
Como referenciar: Jorge Reis in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-14 18:47:37]. Disponível na Internet: