Jornal A Tarde (Os Maias)

O jornal A Tarde aparece em Os Maias dirigido pelo Neves, deputado, político.
É neste jornal que Ega consegue a publicação da carta do Dâmaso não só como represália da injúria feita a Carlos da Maia, mas também para se vingar de uma possível ligação daquele com a sua ex-amante Raquel Cohen.
Todo o diálogo do Ega com o Neves e outros funcionários do jornal lisboeta mostra a atmosfera política, o cinismo e a parcialidade do jornalismo. Este está, também, patente na redação de uma notícia sobre o livro do poeta Craveiro, por pertencer "cá ao partido", mas sobretudo quando Gonçalo, um dos redatores do jornal, depois de exclamar "Que besta, aquele Gouvarinho!" e de o considerar "uma cavalgadura" afirma que "- É necessário, homem! Razões de disciplina e de solidariedade partidária... Há uns compromissos... O Paço quer, gosta dele...". E tudo isto acontece pois " - Há aí umas questões de sindicatos, de banqueiros, de concessões em Moçambique... Dinheiro, menino, o omnipotente dinheiro!".
Como referenciar: Jornal A Tarde (Os Maias) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-19 23:40:57]. Disponível na Internet: