José de San Martin

Líder revolucionário natural de Yapeyú, Coriontes (Argentina), no vice-reinado de la Plata (nasceu em 1778), foi um dos principais protagonistas dos movimentos independentistas das colónias espanholas da América do Sul que entre 1810 e 1825 se tentaram libertar do domínio desta potência colonial europeia.
O revolucionário sul americano viveu em Espanha até aos 6 anos de idade e enquanto jovem recebeu formação militar vindo a ingressar no exército espanhol onde serviu durante 20 anos. Durante a sua experiência militar, San Martín começou a interessar-se pela luta pela independência, dos povos das colónias espanholas sul-americanas, e ao regressar à Argentina em 1812 não conseguiu resistir à atração que estes movimentos populares exerciam sobre si, vindo a juntar-se a um exército revolucionário que se encarregou de treinar. San Martín estudou uma arrojada estratégia de ataque das forças imperialistas, pela qual pretendia levar um exército revolucionário a atravessar os Andes e usar o Chile como a sua base para atacar o centro do Peru. Passados cinco anos (1817), liderou uma força rebelde que atravessou os Andes para derrotar as forças imperialistas em Chacabuco, no Chile, cuja capital, Santiago, fora ocupada pelos rebeldes. Em 1818 conseguiu uma nova vitória em Maipu, em virtude da qual estabeleceu um governo nacionalista. O Chile conseguia assim a sua independência. O cargo da presidência não foi ocupado por San Martín porque este preferiu que fosse atribuído ao general Bernardo O'Higgins.
Em 1820 o seu objetivo era organizar uma expedição - por terra e por mar - para libertar o Peru dos espanhóis. No mês de dezembro desse ano venceu-os em Pisco e de seguida ocupou Lima, afastando as tropas e fiéis imperialistas da cidade. A 28 de julho de 1821 proclamou a independência do país. Para consolidar as suas conquistas foi forçado a pedir auxílio ao libertador da Venezuela Simon Bolívar, mas desentendimentos entre os dois levaram San Martín a resignar em favor de Bolívar em 1822. Bolívar exigia enviar tropas colombianas, o que San Martín não apoiou. Em 1824 voltou à Europa vindo a falecer em Boulogne-sur-Mer (França), em 1850.
Como referenciar: José de San Martin in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-05-06 07:54:23]. Disponível na Internet: