José Escada

Pintor português, José Jorge da Silva Escada nasceu em 1934, em Lisboa, falecendo na mesma cidade em 1980. Estudou na Escola António Arroio e obteve o diploma em Pintura na Escola de Belas-Artes de Lisboa. Em 1955, juntamente com os artistas Lurdes de Castro, René Bertholo, João Vieira e Gonçalo Duarte, constitui o Grupo KWY, ao qual se ligaram posteriormente Costa Pinheiro, Jan Voss e Christo Javacheff.
Desde as suas primeiras realizações pictóricas, José Escada desenvolveu uma estética pessoal que caracterizou a sua obra futura: a utilização da linha como contorno, com ritmo definido, combinada com a acentuação de contrastes provocados por diferentes níveis de luminosidade. Nos anos 50, os mesmos valores são aplicados a uma pintura não figurativa, evoluindo, dez anos mais tarde, para o total informalismo que se aproxima de uma expressão caligráfica.
Em meados da década de 60, José Escada retoma o trabalho a partir da linha, gerando pequenos elementos simétricos criados a partir de colagens e dobragens de papel. É evidente a influência de Matisse e da sua valorização do processo criativo, de carácter gestual e manual. O trabalho no campo do relevo abstrato orientou José Escada para a pesquisa dos elementos decorativos tradicionais portugueses.
Nas composições dos anos 70, combina a abstração e a figuração em quadros que refletem uma visão do seu mundo pessoal, no qual homem e natureza se fundem.
Como referenciar: José Escada in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-12-17 00:23:14]. Disponível na Internet: