Josef Svoboda

Conceituado diretor artístico e encenador checo, Josef Svoboda nasceu a 10 de maio de 1920, em Caslav, e morreu a 8 de abril de 2002, em Praga. Quando terminou os estudos liceais, sentiu-se atraído pelo teatro local e acabou por assumir a função de aprendiz de contrarregra. Após a Segunda Grande Guerra, estudou Arquitetura e Design Teatral no Conservatório de Praga. Em 1951, ingressou nos quadros do teatro nacional de Praga como diretor artístico e gradualmente tornou-se um dos nomes mais requisitados do meio. Em 1958, foi um dos fundadores do grupo Lanterna Magika que se celebrizou na conjunção de pantomima, dança, música e luz, sem recurso à palavra, o que deslumbrou o público da exposição Mundial de Bruxelas, durante a sua primeira aparição pública. As suas colaborações cinematográficas foram raras, porém marcantes. Laurence Olivier confiou-lhe a direção artística de The Three Sisters (As Três Irmãs, 1970), tendo ficado também inesquecível a sua contribuição para a recriação do ambiente barroco sumptuoso da corte austríaca em Amadeus (1984).
Como referenciar: Josef Svoboda in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-22 02:41:33]. Disponível na Internet: