Juan José Saer

Escritor argentino, de origem síria, nascido a 28 de junho de 1937, em Serondino, Santa Fé, na Argentina, e falecido a 11 de junho de 2005, num hospital de Paris, vítima de doença prolongada.
Foi docente de História do Cinema, Crítica e Estética Cinematográfica na Universidade Nacional do Litoral, na Argentina. Aproveitando uma bolsa de estudo, mudou-se para França em 1968, onde foi também professor universitário.
Considerado um dos grandes escritores contemporâneos do seu país, recebeu o Prémio Nadal pelo seu romance La Ocasión (1986) e, em 2004, o XV Prémio União Latina de Literaturas Românicas, juntamente com o romeno Virgil Tanase.
É autor de uma vasta obra literária, de que se destacam En La Zona (contos, 1960), La Mayor (contos, 1976), Responso (romance, 1964), Cicatrices (romance, 1969), El Limonero Real (romance, 1974), Nadie Nada Nunca (romance, 1980), La Pesquisa (romance, 1994 - publicado em Portugal, com o título A Investigação, em 2002) e Las Nubes (1997 - publicado em Portugal, com o título As Nuvens, em 2001).
Como referenciar: Juan José Saer in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-17 14:25:18]. Disponível na Internet: