Juanito Valderrama

Cantor flamenco espanhol, Juanito Valderrama, nome artístico de Juan Valderrama Blanca, nasceu a 24 de maio de 1916, em Torre del Campo, Jaén, na Andaluzia (região a sul de Espanha).
Começou a cantar publicamente aos 14 anos de idade, no espetáculo La Niña de la Puebla de Dolores Jiménez Alcántara, com a qual efetuou uma tournée pela Espanha e, em 1935, começou a atuar no Cine Metropolitano. Com o romper da Guerra Civil, Valderrama alistou-se no batalhão republicano e aí organizou grupos de flamenco com artistas da frente de batalha, cantando para os combatentes e para os feridos de guerra.
Terminada a guerra, começou a ficar conhecido por todo o país, no momento em que começou a gravar os seus primeiros discos. Em 1954, formou com a cantora Dolores abril (nome artístico de Lolita Caballero abril) uma parceria artística, vindo posteriormente a casar-se com a artista. Dos cerca de 700 títulos gravados, vários tornaram-se grandes êxitos, como El Emigrante, El Inclusero, Madre Hermosa, Su Primera Comunión, Los Cuatro Puntales, De Polizón, La Mare Mía, En la Cruz de dos Caminos, Pena Mora e Fandangos de Cacería.
Para além da sua vasta publicação discográfica, realizou inúmeros espetáculos e participou no seguintes filmes: El Rey de la Carretera (1956), El Emigrante (1959), Gitana (1965); De Barro y Oro (1966); La Niña del Patio (1966); Flash 03 (1967), e El Padre Coplillas (1968).
Em junho de 1994, retirou-se do panorama musical com um espetáculo em sua homenagem, realizado na Plaza de Toros de las Ventas, em Madrid, e organizado pela Câmara da Andaluzia e pelo Ministério da Cultura. Esse espetáculo, "Tributo Flamenco a D. Juan Valderrama", que contou com presença e atuação do artista (a sua última aparição pública), teve a participação de cerca de 30 outras figuras do flamenco, como Carmen Linares, Montse Cortés, José El Francés, Diego El Cigala, Miguel Poveda, Arcángel, El Pele, El Potito, Guadiana, Juan Habichuela e Niño Josele.
No início do mês de março de 2004, o cantor foi internado no hospital da cidade de Bormujos, perto de Sevilha, devido a problemas cardíacos.
Juanito Valderrama faleceu a 12 de abril de 2004, na sua residência em Espartinas, Sevilha, em consequência de uma paragem cardíaca.
Como referenciar: Juanito Valderrama in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-24 17:56:24]. Disponível na Internet: