Kate Bush

Cantora e compositora inglesa, Catherine Bush nasceu a 30 de julho de 1958, em Bexleyheath, Kent, Inglaterra. Ainda frequentava a escola quando David Gilmour (Pink Floyd) a "descobriu". Gilmour ficou tão impressionado com a qualidade das suas composições que financiou a gravação de umas maquetas. A editora EMI também reconheceu a sua qualidade e, num invulgar ato de fé, foi decidido não gravar um disco imediatamente. Ao invés, Kate foi encorajada a trabalhar ainda mais e a desenvolver as suas capacidades de composição e voz, como preparação de uma longa carreira.
Em 1978 chega o primeiro disco: Wuthering Heights. Inspirada no romance homónimo de Emily Brönte, Kate criou uma obra original, com uma voz celestial, que rapidamente chegou a número um de vendas no Reino Unido.
Kate Bush consolidou a sua posição com o álbum Lionheart (1978) e, durante o ano de 1979, realizou a sua primeira grande digressão. Os concertos foram notáveis pela sua característica extravagância e palcos muito elaborados. Mas foi uma experiência única: Kate Bush, cansada pela dureza de uma digressão, optou por não mais o repetir, e apostar em vídeos fantásticos para "ilustrar" a sua música. Depois de uma colaboração com Peter Gabriel, surge Breathing, o seu trabalho mais completo desde o seu primeiro álbum, com uma componente vocal muito forte e composição elaborada.
Never for Ever (1980) teve uma entrada direta para número um de vendas no Reino Unido.
Kate era nesta altura uma artista pop de primeira linha, cujo charme e popularidade lhe garantiam algo mais do que a efemeridade.
Em 1989 regressou com The Sensual World, uma paleta de sons, onde eram experimentadas várias formas musicais. Com influência da world music e o retorno a influências literárias (Ulysses de James Joyce), este álbum celebrizou Kate como uma das artistas mais aventureiras e originais da sua era.
Deste álbum destacam-se os temas «The Man With the Child in His Eyes», «Running up that Hill», «Mother Stands for Comfort» e «Cloudbusting».
Entre a sua discografia, podem-se salientar, como álbuns mais marcantes: Wuthering Heights (1978); Lionheart (1978); Never For Ever (1980); The Dreaming (1982); Hounds Of Love (1985); The Sensual World (1988) e The Red Shoes (1993), o álbum mais bem-sucedido da sua carreira, entrando diretamente para o top 30 americano. Desde essa gravação, a cantora tem estado afastada dos estúdios.
Como referenciar: Kate Bush in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-05 12:17:51]. Disponível na Internet: