Ken Loach

Realizador inglês nascido em 1936. Os seus filmes tornaram-se célebres por fazerem um retrato rigoroso da realidade social britânica contemporânea. Estudou Direito na Universidade de Oxford antes de ter enveredado pela carreira de ator teatral fazendo digressões por toda a Grã-Bretanha. Convidado pela BBC ingressou no seu quadro de realizadores, dirigindo uma série de telefilmes. Não tardou em chegar ao cinema, estreando-se com Poor Cow (1967), um drama sobre uma mulher que se envolve numa relação extramatrimonial com o melhor amigo do seu marido. Seguiu-se o filme juvenil Kes (1968), a história da relação de amizade entre um adolescente e o seu falcão de estimação. Em Family Life (1971), filmou o mundo psicótico de uma mulher esquizofrénica mas o êxito do filme ficou comprometido devido à péssima distribuição interna da película, mal que corroeu os seus filmes seguintes. Foi na década de 90 que Loach se estabeleceu como realizador credenciado: Hidden Agenda (Agenda Secreta, 1990), cuja ação ronda sobre uma investigação feita pela Liga Internacional dos Direitos Humanos em relação aos prisioneiros políticos norte-irlandeses, mereceu o Prémio Especial do Júri do Festival de Cannes. O realizador foi presença assídua neste festival, tendo apresentando ainda Raining Stones (1993) e Land and Freedom (1995). Seguiram-se títulos como Bread and Roses (Pão e Rosas, 2000) e Fond Kiss (2004).
Como referenciar: Ken Loach in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-21 09:07:49]. Disponível na Internet: