Kitaro

Músico new age japonês, Masanori Takahashi nasceu a 4 de fevereiro de 1953, em Toyohashi, Aichiken. Kitaro, nome por que é conhecido, é uma alcunha que lhe foi atribuída pelos seus colegas de escola.
Aprendeu a tocar guitarra sozinho, muito influenciado por Ottis Redding e, ainda na escola, formou a sua primeira banda, Albatross, que atuava em festas e bares. Mais tarde deixou a banda e ingressou na Far East Family Band, tocando com Fumio Miyashita e efetuando digressões por todo o mundo. Conheceu assim Klaus Schulze, dos Tangerine Dream, e sentiu pela primeira vez a magia dos sintetizadores. Assim que a Far East Family Band se separou, decidiu viajar para entrar em contacto com os mais variados tipos de música, em particular os orientais.
Os seus dois primeiros álbuns, Tem Kai e From the Full Moon Story, viriam a tornar-se objeto de culto por uma legião de fãs. Mas foi a sua banda sonora para a série "Silk Road", da NHK (televisão japonesa), que o lançou para a ribalta e captou a atenção internacional. Todos os álbuns que editou para musicar a série primavam pela combinação de luxúria com umas texturas majestosas, acompanhadas de umas suaves, quase ingénuas, melodias. No ano de 1986, assinou um contrato com a editora Geffen Records, o que possibilitou a reedição de sete dos seus anteriores álbuns nos Estados Unidos da América. Kitaro mudou-se então para Boulder, no Colorado, montando, ali, um estúdio a que chamou "Mochi House".
Após vários anos a compor no seu estúdio perto do Monte Fuji, Kitaro produziu o seu álbum de 1987, The Light of the Spirit, com a colaboração de Micky Hart (Grateful Dead). O disco contava com inúmeras participações de músicos norte-americanos e foi nomeado para os prémios Grammy. No mesmo ano Kitaro fez uma digressão norte-americana e vendeu mais de dois milhões de cópias só nos Estados Unidos da América. Acabou por ser galardoado com um Prémio Grammy para Melhor Banda Sonora Original com o álbum Heaven & Earth, em 1994. Em 2001 voltou a conseguir um Prémio Grammy, desta vez na categoria de Melhor Álbum New Age, com o disco Thinking of You.
Nos finais do século XX a sua música foi-se alterando, tornando-se mais teatral e assertiva, mantendo contudo um certo nível de inocência e pureza. É evidente um interesse renovado em elementos pop e rock, que inicialmente o atraíram para a música.
Como referenciar: Kitaro in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-22 01:29:12]. Disponível na Internet: