Korn

Banda rock norte-americana, formada em Bakersfield, Califórnia, no ano de 1993, por James "Munky" Shaffer (guitarra), Brian "Head" Welch (guitarra), Reginald "Fieldy Snuts" Arvizu (baixo), David Silveria (bateria) e Jonathan Davis (voz).
A existência dos Korn começou em Bakersfield, num projeto musical apelidado LAPD, que contava com "Munky", "Head", "Fieldy Snuts" e Silveria. Em 1993, este quarteto convidou o vocalista de uma outra banda local, Jonathan Davis, a integrar o projeto, então rebatizado de Korn.
Após assinarem pela Immortal, editam um álbum homónimo de estreia, em finais de 1994. O disco, apesar de uma passagem fugaz pelas tabelas de vendas, atinge a marca de ouro. Segue-se uma tournée, muito bem sucedida, onde abrem concertos para nomes bem conhecidos, como Marilyn Manson, Ozzy Osbourne ou Megadeath, onde ganham uma maior visibilidade. Em 1996, é editado Life is peachy, que se torna um sucesso imediato, chegando ao terceiro lugar das tabelas pop. No ano seguinte, são cabeças de cartaz do prestigiado festival itinerante Lollapalooza, mas os problemas de saúde de Shaffer impedem a banda de se mostrar nesse grande palco.
No ano de 1998, é lançado Follow the leader, o seu mais bem-sucedido álbum. Nesse ano, os Korn são o centro de uma polémica envolvendo um estudante do Michigan (EUA), suspenso por usar uma t-shirt com o logótipo da banda. O reitor dessa escola alegou que a música dos Korn era "indecente, vulgar e obscena". Ainda nesse ano, a banda deu início à Family Values Tour, uma série de espetáculos, registados em CD e DVD, onde se fizeram acompanhar por outras bandas de renome como Limp Bizkit, Ice Cube ou Rammstein. Estes espetáculos têm sido realizados anualmente e com convidados diferentes.
Issues, o seu quarto trabalho, seguiu-se em 1999, com o single de estreia a ser apresentado num episódio da série de animação South Park. A digressão de promoção deste disco teve um incidente, a lesão do baterista David Silveria, substituído temporariamente em alguns espetáculos por Mike Bordin, ex-Faith No More. No verão desse ano, os Korn fazem parte de uma megadigressão na companhia dos Metallica, de Kid Rock, dos Powerman 5000 e dos System Of A Down. Silveria retornou à banda para uma breve tournée, seguida de um período de descanso, durante o qual "Fieldy Snuts" editou um álbum de rap e Jonathan Davis compôs a banda sonora do filme Queen Of The Damned.
Em 2001, o grupo regressou aos estúdios para gravar, entremeando com atuações ao lado dos Static X. O longa-duração Untouchables chegou às lojas no verão de 2002. O álbum mostrou uma vocalização mais versátil de Davis, suportada pelo som cru e maníaco-depressivo dos Korn.
No ano seguinte, os Korn editaram Take A Look In The Mirror. O álbum foi anunciado, pela própria banda, como um registo inovador, de sonoridade renovada. O disco foi muito bem aceite pela crítica especializada e foi reconhecida a capacidade da banda se adaptar ao cenário do metal, acolhendo novas perspetivas sonoras.
Os Korn, praticando uma sonoridade de fusão explosiva de funk e metal, estão na linha da frente das bandas mais desafiadoras e, ao mesmo tempo, populares que surgiram na era pós-grunge.
Como referenciar: Korn in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-26 22:48:17]. Disponível na Internet: