Kylie Minogue

Cantora pop australiana nascida a 28 de maio de 1968, em Melbourne. Antes da música, a sua principal atividade era a representação. Começou a sua carreira de atriz em 1979, participando em séries de televisão australianas. Passou pelo programa infantil "The Henderson Kids", onde desempenhou o papel principal, e posteriormente integrou o elenco da célebre novela australiana "Neighbours", que lhe proporcionou a fama dentro e fora da Austrália, uma vez que, na altura em que Minogue se juntou ao resto da equipa, a novela começou também a ser transmitida no Reino Unido.
A edição do seu primeiro single foi fruto de uma boa ação da cantora que, ao tornar-se no centro das atenções do mundo artístico, devido à popularidade que "Neighbours" lhe conferiu, aceitou participar num espetáculo de beneficência ao lado de outros artistas. Interpretou o tema "Locomotion", de Little Eva, que alguém teve a ideia de editar em cassete, através da editora local Mushroom que, a princípio, não viu grandes potencialidades na gravação, mas acabou por acreditar no talento da jovem estrela de televisão. Em 1987, o single chegou a número um no mercado australiano.
Na mesma altura, a Mushroom Records tinha estabelecido uma ligação com a dupla londrina Aitken e Waterman, também responsável por projetos de sucesso como Bananarama, Rick Astley e Samantha Fox, entre outros, e que viu em Kylie Minogue um grande potencial. Escreveram, então, um tema para Kylie interpretar: "I Should Be So Lucky", o sexto número da cantora, bem como o primeiro dos seus cinco singles líderes das tabelas britânicas. A partir de então, Minogue passou a ser a número um das prioridades do duo. Foi após a reedição do tema "Locomotion" que Minogue abandonou definitivamente o elenco de "Neighbours", para se dedicar a tempo inteiro à sua carreira musical. Catapultada para o top 10 dos Estados Unidos, Austrália, Reino Unido e no resto da Europa, a cantora entrou, na década de 90, com uma atitude mais determinada em relação ao seu trabalho, exigindo que a imagem transmitida no teledisco de "Better The Devil You Know" ficasse ao seu critério, pondo assim um ponto final no total controlo que Aitken e Waterman tinham da sua carreira. Alguns anos mais tarde, cortou definitivamente o contacto que tinha com a dupla e os álbuns Minogue e Impossible Princess já foram editados através da Deconstruction.
Ao longo da sua carreira, Kylie Minogue já colaborou com vários artistas, entre os quais se destacam nomes como Nick Cave, com quem interpretou o tema "Where The Wild Roses Grow", incluído no álbum do cantor Murder ballads; e Robbie Williams, cujo álbum Sing When You're Winning conta com a participação da cantora no tema "Kids".
Em 2000, Minogue juntou-se à Parlophone, editora dos Pet Shop Boys, a convite dos próprios, e voltou a emergir como princesa pop na Austrália e no Reino Unido com o single "Spinning Around", incluído no álbum Light Years, editado em 2000. No ano seguinte, o ambiente do disco sound dos anos 70 é o pano de fundo para mais um disco, Fever. O disco foi editado em 2002 na Europa e nos EUA e deu continuidade à fórmula de sucesso pop da cantora. A imagem sensual elevou Kylie Minogue ao estatuo de símbolo sexual, vertente sempre explorada na imagem dos seus trabalhos e nos seus videoclips. Depois de mais uns milhões de discos vendidos, a cantora regressou com Body Language (2003). O disco foi muito elogiado pelos críticos, merecendo nota de destaque a coerência e o vanguardismo dos temas, trazendo a cantora a um nível de notoriedade e maturidade artística não atingido antes. Apesar de praticar um estilo mais low profile do que outras estrelas como Britney Spears, Madonna ou Christina Aguilera, a australiana mantém-se na crista da onda e é uma das referências da pop atual.
Ainda no ano de 2003, a editora BMG reuniu os principais êxitos de Kylie Minogue, num CD duplo, que incluía também alguns remixes dos suas canções mais conhecidas. Greatest Hites 87-97 é um excelente testemunho da sensualidade da cantora e da popularidade da sua música.
Como referenciar: Kylie Minogue in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-21 08:25:27]. Disponível na Internet: