La Paz


Aspetos Geográficos
Capital da Bolívia, La Paz situa-se num vale do sopé do monte Illimani, pico da cordilheira dos Andes, abrigada dos ventos que sopram do altiplano que a circunda. É banhada pelo rio Choqueyapu, sendo a mais alta capital do mundo, com os seus 3600 metros de altitude. O seu clima é típico das regiões montanhosas, com invernos secos e frios que incluem nevões ocasionais. Possui cerca de 1 750 000 habitantes (2006).

História e Monumentos La Paz foi fundada em 1548, pelo conquistador espanhol Alonso de Mendonza, com o nome de Nuestra Señora de La Paz, num local de implantação nativa chamado Chuquiago. Foi uma cidade comercial na rota entre as minas de prata no sudeste e a capital peruana, Lima, e um dos centros de resistência durante a Guerra da Independência (1809-1825). Quando a vitória foi alcançada, puseram-lhe o nome de La Paz de Ayacucho, em honra da batalha decisiva travada em Ayacucho, no Peru. É a sede do governo boliviano desde 1898, apesar de a cidade de Sucre se ter mantido a capital histórica e simbólica, assim como a sede do poder judicial. A Igreja e o Mosteiro de São Francisco, consagrado em 1778, são dos poucos monumentos que restaram da arquitetura colonial do país.

Aspetos Turísticos e Curiosidades
La Paz tem mercados fantásticos, uma topografia pouco usual e uma cultura tradicional. É a capital de um país muitas vezes referido como o "Tibete das Américas", possuindo ruas íngremes que sobem das zonas comerciais e residenciais mais prósperas, situadas na parte mais baixa do vale, até aos cumes em socalcos onde vive a maioria da população índia. Alguns dos seus pontos turísticos de maior destaque são a Praça Murillo, o Templo de Santo Domingo, a Catedral Metropolitana, o Mercado de Brujas, o Parque Laikakota (parque central urbano), o Parque Mirador, etc. A cidade revela um forte contraste entre zonas pobres e outras com algum luxo e imponência.


Economia
As principais indústrias de La Paz são os têxteis, os instrumentos elétricos, os produtos químicos, o mobiliário e o vidro. A cidade também exporta chumbo e prata. Nos mercados da cidade vendem-se artigos de lã de alpaca, xailes bordados e artigos de couro. É também um importante centro cultural e universitário.
Como referenciar: La Paz in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-04-08 00:30:11]. Disponível na Internet: