Laminídeos

Família de animais aquáticos de esqueleto cartilagíneo do filo dos cordados, da classe dos peixes cartilagíneos ou condríctios, da ordem dos pleucotrematos, de que se conhecem cerca de trezentas e cinquenta espécies.
O tubarão-sardo (Lamna nasus), também conhecido por anequim, pode atingir o comprimento de três metros e meio e o peso de duzentos quilos. O focinho é cónico, maior que o comprimento da boca. Vive no Atlântico, Canal da Mancha e Mar do Norte perto da superfície das águas pois normalmente não baixa mais de cento e cinquenta metros de profundidade. É uma espécie vivípara que se produz todo o ano. Dá à luz, de cada vez, uma a quatro crias que medem cerca de sessenta centímetros de comprimento. Estão providos de barbatanas pares e ímpares bem desenvolvidas. A abertura bucal é geralmente horizontal situada
na face ventral. Possui cinco fendas branquiais em cada lado da cabeça. Estes animais alimentam-se de arenques, bacalhaus, cavalas e, ocasionalmente de outras espécies de tubarões.
No tubarão-sardo adulto as barbatanas pélvicas transformam-se num par de órgãos copuladores. Os dentes deste tubarão estão dispostos em várias fileiras, estando os maiores colocados na parte anterior. Quando se perde a primeira série de dentes, a segunda cresce rapidamente para substituir a série perdida.
É também desta família o tubarão comedor-de-homens, que tem uma forma semelhante ao tubarão-sardo, mas é relativamente menos alta. O focinho é alongado. Em geral, tem de quatro a seis metros de comprimento, mas pode atingir os treze metros. A cor é cinzento-azulada na parte dorsal, sendo o ventre esbranquiçado.
Como referenciar: Laminídeos in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-20 19:01:35]. Disponível na Internet: