lateralidade

Lateralidade é a predominância motora de um dos lados do corpo.
Nos primeiros meses de vida, a criança é ambidestra, ou seja, tem habilidade com as duas mãos. Mais tarde, a criança começa a mostrar uma certa preferência pelo uso de uma das mãos, porém, a lateralidade só ocorre definitivamente entre os 6 e os 8 anos.
Os cientistas não chegaram a uma conclusão definitiva sobre os motivos que levam uma criança a ser destra ou canhota, embora a maioria deles apostem na determinação genética. Seria, portanto, uma característica herdada dos pais. Um estudo feito no início dos anos 90 revelou que filhos de pais destros têm apenas 9,5% de hipóteses de serem canhotos. Mas se o pai ou a mãe é canhoto, a possibilidade sobe para 19,5%. Se os dois são canhotos, o filho terá cerca de 26% de probabilidade de ter a mesma lateralidade dos pais. A lateralidade é comandada pelo cérebro. Cada um dos dois lados controla os movimentos da parte oposta do corpo. Assim, a mão e o pé esquerdos são acionados pelo hemisfério cerebral direito, e vice-versa. Nos destros, o hemisfério dominante é o esquerdo, enquanto nos canhotos é o direito.
Outra descoberta a respeito da lateralidade é que, apesar de inata, a preferência por uma das mãos, por um dos pés ou por um dos olhos (também existe um olho dominante) instala-se progressivamente. A dominância de uma das mãos surge no fim do primeiro ano de vida, mas só começa a definir-se por volta dos 5 anos.
Para Holle, é necessário que a criança adquira, primeiro, um certo grau de consciência corporal antes que possa desenvolver a dominância manual e que a lateralidade é experimentada principalmente com o auxílio do sentido cinestésico reforçado pela visão. Isto leva a criança a distinguir a direita e a esquerda dentro de si mesma. A consciência da lateralidade e da discriminação de direita e esquerda ajudará a perceber os movimentos do corpo no espaço e no tempo. Assim, a lateralidade estabelece-se a partir das estimulações propriocetivas, em oposição à orientação espacial que se estrutura através dos estímulos exterocetivos.

Como referenciar: lateralidade in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-15 02:21:50]. Disponível na Internet: