Laura Morante

Atriz italiana, Laura Morante nasceu a 21 de agosto de 1956 em Santa Fiora. Estreou-se jovem no teatro com peças como Ricardo III e S.A.D.E. No cinema, estreou-se em 1980 com Ogetti Smarritti, de Giuseppe Bertolucci, interpretando o pequeno papel de Sara, uma jovem toxicodependente. No ano seguinte trabalhou com Bernardo Bertolucci em La Tragedia di Un Uomo Ridicolo (A Tragédia de Um Homem Ridículo) e tornou-se musa de Nanni Moretti em Sogni d'Oro, interpretando o papel de Silvia. Em 1982, encarnou a atormentada Julia em Colpire al Cuore, de Gianni Amelio, e desempenhou o papel de professora em Bianca, novamente de Moretti.
Na segunda metade da década de 80 radicou-se em Paris e trabalhou com diversos realizadores não italianos como os portugueses João César Monteiro (À Flor do Mar, 1986), Joaquim Pinto (Onde Bate o Sol, 1989) e Joaquim Leitão (Ao Fim da Noite, 1991); Elie Chouraqui (Man on Fire, 1987); Alain Tanner (La Vallée Fantome, 1987) ou Pierre Granier-Deferre (La Voix, 1992). Mas isso não significou que tivesse deixado de trabalhar em Itália, em filmes importantes como Le Due Vite di Mattia Pascal (1985), de Mario Monicelli; I Ragazzi di Via Panisperna (1988), de Gianni Amelio; ou Un Amore di Donna (1988), de Nelo Rossi. Teve ainda outros papéis de destaque em filmes como Turné (1990), de Gabriele Salvatores; Ferie d'agosto (1996), de Paolo Virzi; La Mirada del Otro (1998), de Vicente Aranda; e Liberati I Pesci (2000), de Cristina Comencini.
Em 2001, teve um dos seus papéis mais celebrados como Paola, mãe devastada pela dor da perda do filho no pungente drama de Nanni Moretti La Stanza del Figlio (O Quarto do Filho). Por este papel venceu o Prémio David di Donatello (o mais importante prémio do cinema italiano) de Melhor Atriz Protagonista e foi ainda nomeada para o Prémio Europeu de Melhor Atriz.
Participou depois em Hotel (2001), de Mike Figgis; The Dancer Upstairs (Em Clandestinidade, 2002), realizado pelo ator John Malkovich; Un Viaggio Chiamato Amore (Uma Viagem Chamada Amor, 2002), de Michele Placido; Ricordati di Me (Lembra-te de Mim, 2003), de Gabriele Muccino; e L'Amore é Eterno Finché Dura (2004), de Carlo Verdone, entre outros. Pelo meio, interpretou ainda diversas peças de teatro e séries televisivas.
Como referenciar: Laura Morante in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-17 05:33:11]. Disponível na Internet: