Laura Perls

Psicóloga e psicoterapeuta alemã, Laura Perls nasceu em 1905, perto de Frankfurt, em Lore Posner, Pforzheim. Em conjunto com o seu marido, Frederik, Laura Perls desenvolveu uma terapia de Gestalt que consistia num método humanístico de psicoterapia que utilizava uma abordagem holística da experiência humana e que englobava a responsabilização e consciencialização das presentes necessidades psicológicas e físicas dos indivíduos.
Perls e o seu marido não concordavam com a necessidade do indivíduo se ajustar à sociedade; para eles a sociedade é que era insana. Neste sentido, o casal Perls defendeu que o individuo devia ajustar-se a si próprio e às suas convicções e que o objetivo da Terapia da Gestalt consistia em ensinar as pessoas a tomarem consciência das suas sensações significativas para que deste modo pudessem responder de forma razoável às situações com que se deparavam.
Na terapia desenvolvida pelo casal Perls, considera-se muito importante que as pessoas vivam as sensações do presente (componente corporal). Não se procura uma explicação causal. Pretende-se que as pessoas pensem na finalidade com que fazem as coisas. Por outro lado, esta terapia centrada no aqui e agora, nos sentimentos e nas mensagens corporais que emanam do nosso corpo, recusa qualquer intelectualização do processo. Não faz interpretações, mas sim uma análise das regras da linguagem com as quais joga no processo terapêutico. A ênfase é colocada na postura, nos movimento, nos gestos, no tom de voz, etc., uma vez que esta linguagem corporal é considerada mais fidedigna relativamente à história do sujeito.
Laura Perls faleceu em 1990 deixando contribuições teóricas e práticas relevantes, das quais se destaca a sua obra de 1965 intitulada Gestalt Therapy.
Como referenciar: Laura Perls in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-12-01 15:08:07]. Disponível na Internet: