Leconte de Lisle

Escritor francês, nascido em 1818, foi considerado o mestre do Parnasianismo francês. Publicou na revista Phalange algumas das composições que, com outras, formaram os Poèmes Antiques. O prefácio desta obra continha um verdadeiro manifesto em que proclamava o fim do Romantismo, a união da arte e da ciência e a necessidade de remontar às fontes puras da Poesia. A sua adesão ao ideal clássico de arte está patente em traduções como l'Iliade e l'Odyssée. Mas o poeta acabou por mergulhar no pessimismo e no desespero que impregnam os Poèmes Barbares, os Poèmes Tragiques e os Derniers Poèmes. Foi eleito para a Academia Francesa em 1886. Antes de morrer, em 1894, Leconte de Lisle assistiu ao triunfo do Simbolismo que, em vão, combateu, mas a sua obra permanece como um dos melhores testemunhos do Parnasianismo.
Como referenciar: Leconte de Lisle in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-19 10:17:39]. Disponível na Internet: