libra cipriota

A libra cipriota, a moeda oficial do Chipre até 31 de dezembro de 2007, tem por símbolo £ e por código CYP. Era divisível em cem cêntimos e emitida pelo Banco Central do Chipre.
Até o euro, a moeda única europeia, ter entrado em vigor no Chipre em 2008, circulavam moedas de 1, 2, 5, 10, 20 e 50 cêntimos e de 1, 5, 10 e 20 libras.
As últimas notas em uso no Chipre ostentavam reproduções de antiguidades, localidades, roupas tradicionais, monumentos, templos, fauna e flora locais, etc. Quanto às moedas, na frente ostentavam o escudo de armas local e no verso reproduções de imagens encontradas em peças da antiguidade, assim como o filósofo Zenão de Citium. No século V a. C., já circulavam moedas no atual território cipriota, provenientes, nomeadamente, dos gregos e dos fenícios. Depois, sucessivamente, a moeda em uso foi a dos ocupantes da região, ou seja, os gregos, os egípcios, os romanos, os bizantinos, os francos, os venezianos e os turcos.
Em 1571, o Chipre passou para o domínio dos turcos otomanos e manteve-se parte do império Otomano até passar para a soberania britânica em 1878. Em 1925, passou a ser uma colónia britânica, até que conquistou a independência em 1960.
A libra cipriota havia sido introduzida em 1879 e manteve um valor equivalente à libra esterlina até 1960. Na altura a libra dividia-se em 20 shillings, que por sua vez se dividiam, cada um, em nove piastras.
Em 1914, haviam começado a ser emitidas notas locais, de libras cipriotas, que circularam paralelamente com as libras esterlinas. Depois da independência em 1960 passou a vigorar em exclusivo a libra cipriota.
Em 1955 o Chipre tinha passado a dividir a libra local em 1000 mils. A nível informal uma moeda de 5 mils era conhecida por piastra e a de 50 por shilling. Em 1983, a divisão da libra cipriota passou a ser feita em cem cêntimos.
A 1 de janeiro de 2008 entrou em vigor o euro, com o valor equivalente a 0,585 libras cipriotas.
Como referenciar: libra cipriota in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-17 09:18:08]. Disponível na Internet: