Limiar dos Pássaros

O número oito da obra poética de Eugénio de Andrade, publicado pela editora portuense Limiar, reúne três séries poemáticas redigidas entre 1973 e 1975: "Limiar dos Pássaros", "verão Sobre o Corpo" e "Rente à Fala". Entre o verso e a prosa, as três partes em que se estrutura o volume estabelecem entre elas, a partir de uma recombinação de temas e de léxico, uma continuidade que permite associá-las musicalmente a "três andamentos duma mesma obra" (cf. MAGALHÃES, Joaquim Manuel - Entre Dois Crepúsculos, Lisboa, A Regra do Jogo, 1981, p. 89). As referências ao elemento líquido, ao corpo, a certa flora (o trigo, os álamos, etc.) e a certos animais (os pássaros, o cavalo, etc.), à mãe e à criança, estabelecem ainda continuidade com os volumes poéticos precedentes, sendo, porém, de salientar que "os temas da privação do olhar [...] e do regresso à mãe, com as oposições sol, luz, calor, verão, fogo, vida/noite, trevas, inverno, morte" (MOURA, Vasco Graça - Várias Vozes, Lisboa, Presença, 1987, p. 128) e a recriação da temática edipiana, desenvolvidos e entrelaçados em séries lexicais que continuamente se unem e dissolvem, com a máxima contenção expressiva, fazem acrescer neste volume a emergência de uma tonalidade melancólica, acentuada pela oscilação "Entre a memória e a ruína do olhar".
Como referenciar: Limiar dos Pássaros in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-24 01:33:49]. Disponível na Internet: