Artigos de apoio

lira maltesa
A lira maltesa foi a moeda oficial de Malta até à introdução do euro, a moeda única europeia, em 2008, tendo por símbolo £ ou Lm e por código MTL. A emissão da moeda estava a cargo do Banco Central de Malta.
Circularam até 2008 moedas de 1, 2, 5, 10, 25 e 50 cêntimos, assim como de uma lira. Quanto às notas, havia de 2, 5, 10 e 20 liras.
As moedas de lira traziam na face o escudo de armas do país e no verso representações da flora e fauna local, com especial incidência nos temas marinhos, assim como paisagens da costa da ilha. Quanto às notas tinham representados momentos importantes da história de Malta, o escudo de armas, monumentos e o símbolo das Nações Unidas.
A lira maltesa foi introduzida em 1972, substituindo a libra que circulava no país. Libras esterlinas nos casos das notas e moedas e libras de Malta em termos de notas. A partir de 1973 começaram a aparecer notas de liras maltesas, que conviveram até 1986 com as libras. A lira era divisível em mil mils ou cem cêntimos, mas os primeiros deixaram de existir em 1994.
Quando o euro entrou em vigor a 1 de janeiro de 2008, estabeleceu-se que cada unidade da nova moeda valeria 0,429 liras maltesas.
Na Idade Média circulavam na ilha de Malta moedas sicilianas, que vigoraram até à época do Renascimento. Quando os Cavaleiros da Ordem de Malta passaram a dominar o território, no século XVI, adotaram o modelo siciliano, onde vigorava o escudo, baseado no ducado de Veneza.
A partir de 1800, com o domínio britânico, passaram a estar em circulação moedas dos cavaleiros, juntamente com os dobrões e os dólares espanhóis, os dólares sicilianos e sul-americanos, os francos franceses e moedas britânicas, entre outras de cunhagem estrangeira.
Em 1808, o Banco Anglo-Maltês lançou as primeiras notas locais.
Em outubro de 1855, ficou estipulado que a libra esterlina seria a única moeda legal em Malta, mas mesmo assim continuaram a ser usadas moedas de ouro e de prata da Ordem dos Cavaleiros e algum dinheiro estrangeiro, nomeadamente os dólares sicilianos. Entre 1885 e 1886 foram banidas todas as moedas estrangeiras da ilha, restando apenas a libra esterlina, que vigorou então até ao início da década de 70 do século XX. Em 1972 entrou em vigor a lira maltesa, que permaneceu em circulação até à entrada do euro em 2008. A lira maltesa chegou a ser a segunda unidade monetária mais valiosa do mundo, atrás do dinar do Koweit.
Como referenciar: lira maltesa in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-06-25 20:11:14]. Disponível na Internet: