litas

A litas é a moeda nacional da Lituânia e tem por símbolo Lt e por código LTL. A litas pode ser divisível em 100 centu e é emitida pelo Banco da Lituânia. As moedas são cunhadas pela Cunhagem Lituana, uma empresa estatal.
O nome litas tem origem na designação original do país, "lietuvos".
Foram lançadas moedas de 1, 2, 5, 10, 20 e 50 centu e de 1, 2 e 5 litas, tal como notas de 10, 20, 50, 100, 200 e 500 litas. Todas as moedas de litas mostram o escudo de armas nacional, enquanto as notas homenageiam personalidades nacionais, como aviadores, poetas, filósofos, romancistas ou heróis ligados à independência da nação.
A Lituânia usou o zloti polaco enquanto era um reino independente, ou seja, antes de ser incorporada na Rússia em 1795. Por isso, a moeda usada na Lituânia passou a ser o rublo, que vigorava na Rússia. Durante a Primeira Guerra Mundial, parte da Lituânia foi ocupada pelos alemães que lá impuseram o uso de um rublo novo e do marco. Mesmo depois de recuperar a independência, a Lituânia continuou a usar como moedas esse marco e esse rublo. Paralelamente, o governo lituano lançou a auksinas. A 9 de agosto de 1922, o marco e o rublo deixaram de ser válidos e a litas substituiu a auksinas. Dez litas valiam à época um dólar norte-americano.
Em 1940, a União Soviética invadiu a Lituânia e passou a vigorar o rublo de ouro, mas, logo no ano seguinte, foi substituído pelo marco, em virtude de a Alemanha ter conquistado o território. Em 1944, a Lituânia regressou à posse soviética e, consequentemente, ao rublo.
Em 1990, a Lituânia declarou a independência e, dois anos mais tarde, a 1 de outubro de 1992, lançou a sua própria moeda, a talonas, que tinha um valor equivalente ao rublo. A 25 de junho, a talonas foi substituída pela litas, que valia 100 talonas.
A introdução da litas já tinha começado a ser preparada pelo governo lituano, mesmo antes de declaração da independência. Em 1991, por encomenda do Banco da Lituânia, chegaram ao país os primeiros lotes de notas e moedas de litas provenientes dos Estados Unidos da América e de Inglaterra, onde tinham sido encomendados.
Como referenciar: litas in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-05-26 21:41:42]. Disponível na Internet: