literatura apologética

A literatura apologética abrange grande parte das obras em latim produzidas durante a Idade Média, com o objetivo de demonstração, defesa e exaltação da religião cristã face a heresias e religiões adversárias, como a judaica ou a islâmica. Em língua vulgar, salienta-se a obra anónima, Tratado Theologico em que se prova a verdade da religião de Jesus Christo, a falsidade da lei dos judeus e a vinda do Messias, escrita sob o reinado de D. Dinis, e a Corte Imperial, de fins do século XIV, início do século XV. O Diálogo de Robim e do Teólogo (designado deste modo porque "Era huum pphilosafo jentil, que ove nome Robim e desejava muito ser christaao. E ssoube parte de huum grande meestre em tooligia e foise pera el, a seer seu discipolo que lhe ensinasse a fe de Christo."), elucidando também sobre questões essenciais da doutrina católica, inspira-se, no entanto, no Livro das Confissões de Martim Pérez e possui, sob a forma de alternância entre perguntas e respostas, a estrutura de um guia de confessores e confessados.
Como referenciar: literatura apologética in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 03:01:53]. Disponível na Internet: