Lonnie Johnson

Cantor e guitarrista blues, de nome verdadeiro Alonzo Johnson, nasceu a 8 de fevereiro de 1899, em Nova Orleães, nos Estados Unidos da América.
O seu brilhantismo como cantor e guitarrista blues marcou a história da música ao longo de mais de 40 anos. Com Jonhson, a guitarra assumiu papel primordial nos blues e o seu estilo fluído e melodioso influenciou as gerações futuras de músicos como Django Reinhardt, Charlie Christian, Robert Johnson, Robert Jr. Lockwood, Albert King e B.B. King.
Começou por dedicar-se ao violino, mas a guitarra cedo se tornou a sua paixão. Iniciou a sua carreira a acompanhar a sua família em bares de Nova Orleães, onde também tocava a solo. Em 1917 viajou para Londres, fazendo parte de um conjunto de músicos contratados para atuar para as tropas americanas. Ao regressar a Nova Orleães, deparou-se com um cenário trágico, no qual quase toda a sua família havia morrido vítima de uma epidemia. Em 1925 assinou contrato com a editora Okeh Records e fez as sua primeiras gravações como membro do grupo Charlie Creath's Jazz-O-Maniacs. Entre 1925 e 1932 gravou cerca de 130 músicas, tendo-se destacado os duetos com o guitarrista jazz Eddie Lang e as parcerias com os Hot Five de Louis Armstrong e a orquestra de Duke Ellington. Neste período surgem temas como "Careless Love", "Death Valley Is Just Half Way To My Home", "Don't Drive Me From Your Door", "Low Down St. Louis Blues", "Beautiful But Dumb", "Best Jockey In Town", "Cat You Been Messin' Around", "Men, Get Wise To Yourself" e "Sam, You´re Jus A Rat". Em meados dos anos 30 mudou-se para Cleveland , Ohio, onde tocou com a Putney Dandridge Orchestra. Aí permaneceu durante cinco anos até se mudar para Chicago em 1937. Dois anos mais tarde assinou pela editora Bluebird, tornando-se, em inícios de 40, num dos músicos de blues com maior sucesso comercial. Em 1948, ao serviço da editora King Records, obteve um dos principais êxitos da sua carreira, a balada romântica "Tomorrow Night". Outros se seguiram como "Pleasing You (As Long As I Live)", "So Tired" e "Confused". Os anos 50 foram de grandes dificuldades para Johnson, que se viu obrigado a deixar a música para arranjar trabalho remunerado. Trabalhava como porteiro de hotel em Philadelphia, quando foi descoberto por Chris Albertson, um erudito dos blues, que logo o ajudou a voltar à música. Em inícios de 60 Johnson regressou à atividade musical, gravando um conjunto de álbuns e canções que recuperaram a sua popularidade. São deste período temas como "Big Leg Woman" e "Fine Booze And Heavy Dues". Em 1965, mudou-se para Toronto, no Canadá, onde abriu o seu Home of the Blues Club. Em 1969, foi atropelado por um carro e viria a falecer um ano depois, a 16 de junho, devido aos efeitos do acidente.
Elvis Presley e Jerry Lee Lewis prestaram homenagem a Lonnie Johnson ao gravarem cada um a sua versão de "Tomorrow Night".
Como referenciar: Lonnie Johnson in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-18 12:12:05]. Disponível na Internet: