Luís Carlos Patraquim

Poeta e jornalista moçambicano, Luís Carlos Patraquim nasceu em 1953, em Lourenço Marques (atual Maputo).
Após a independência nacional, trabalhou na Televisão Moçambicana no plano da produção e realização. Colaborou na imprensa moçambicana e portuguesa, em publicações como Gazeta de Artes e Letras da revista Tempo, Colóquio/Letras e África.
Considerado como o sucessor de Craveirinha pela sua fusão poética e pela complexidade dos temas abordados, Carlos Patraquim publicou Monção (1982), A Inadiável Viagem (1985), Mariscando Luas (1992, com a participação de Ana Mafalda Leite e Chichorro), Elegia Carnívora (1991) e Lindenburgo Blues (1997). Preocupado com as origens, com as paisagens do presente e do passado, com as suas emoções, Patraquim trata, nas suas poesias, o tema do amor, da mulher, das paisagens aéreas, marítimas, insulares, dos sonhos, mas também da história de Moçambique, das denúncias sociais de um país estilhaçado, sempre através de um lirismo metafórico, onírico e dissonante.
Desde 1986, deixou Moçambique para ir viver para Loures (Portugal).
Como referenciar: Luís Carlos Patraquim in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-23 15:23:03]. Disponível na Internet: