Luís Marques Mendes

Político português nascido a 5 de setembro de 1957, em Azurém (Guimarães). Licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra, tem dedicado a sua vida às atividades político-partidárias, no âmbito do Partido Social-Democrata (PSD), do qual tem sido dirigente a vários níveis.
Foi eleito deputado à Assembleia da República em 1987 e 1995 pelo círculo eleitoral de Braga, e em 1991 pelo círculo eleitoral de Viana do Castelo. Anteriormente, desempenhara os cargos de secretário do Governador Civil de Braga (1975-1976), adjunto do mesmo (1980-1982), e de vereador e vice-presidente da Câmara Municipal de Fafe (1977-1985).
Tornou-se conhecido do grande público ao desempenhar os cargos de secretário de Estado adjunto do ministro adjunto e para os assuntos parlamentares no X Governo Constitucional, secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros no XI Governo Constitucional e ministro adjunto no XII Governo Constitucional. Ao longo dos seus anos de governação, mostrou-se um dos políticos mais importantes do círculo de colaboradores do primeiro-ministro Aníbal Cavaco Silva. No interior do partido, foi eleito vice-presidente da Comissão Política Nacional em 1995 e, um ano depois, presidente do grupo parlamentar.
A 17 de março de 2002 o PSD vence as eleições legislativas e Marques Mendes é convidado pelo líder do partido Durão Barroso, agora primeiro-ministro, a ocupar o cargo de Ministro dos Assuntos Parlamentares, no XV Governo Constitucional. Foi substituído por Rui Gomes da Silva em julho de 2004, no XVI Governo Constitucional, liderado por Santana Lopes.
Em 2005 foi eleito presidente do partido, cargo que ocupou até setembro de 2007, tendo sido substituído então por Luís Filipe Menezes.
Como referenciar: Luís Marques Mendes in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-11 17:36:12]. Disponível na Internet: