lula

Animal marinho do filo dos moluscos, da classe dos cefalópodes, da ordem dos decápodos e da família dos Loliginídeos, distribuída por cerca de trezentas espécies.
As lulas são os moluscos mais evoluídos, dotados de olhos e de um sistema nervoso muito eficientes. Encontram-se no Atlântico e no Mediterrâneo, são excelentes nadadoras. A lula (Loligo vulgaris) possui concha interna, em forma de pena, possuindo dez tentáculos.
O corpo é alongado e cilíndrico, com barbatanas pares que se estendem a partir de metade do corpo e unindo-se na extremidade. Vista de cima apresenta a forma de trapézio. Em forma de escudo uma pequena parte do corpo projeta-se muito ligeiramente sobre a cabeça. A cor é variável. Frequentemente de cor rosa-esbranquiçada, pintalgada de castanho ou púrpura na parte dorsal. O seu habitat é próximo da costa onde se alimenta de pequenos peixes. O seu comprimento em geral não ultrapassa os cinquenta centímetros. Contudo lulas gigantes têm sido detetadas excecionalmente junto à costa. Na Nova Zelândia uma espécie de Architeuthis longimanus foi encontrada com um tamanho total de dezanove metros dos quais dezasseis metros mediam os tentáculos. A abundância de lulas pelágicas tem sido demonstrada pelos restos encontrados no estômago de cachalotes.
Contudo, estes exemplares escapam a todos os aparelhos de pesca, continuando praticamente desconhecidos.
Como referenciar: lula in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-23 21:14:15]. Disponível na Internet: