lúmen

Um lúmen, em fotometria, é a unidade SI de fluxo luminoso. É equivalente à quantidade de luz emitida por uma fonte luminosa de intensidade igual a 1 candela (cd) dentro de um ângulo sólido unitário (sr).
Assim, um lúmen pode ser traduzido pela seguinte expressão matemática: 1 lm = 1 cd . 1 sr
Quando se emite, por exemplo, um fluxo luminoso de 55 lúmen uniformemente num ângulo sólido de 2 esterradiano, a intensidade luminosa será de 2,2 candela. Deve-se ter em atenção o facto de que a unidade lúmen mede a intensidade do fluxo luminoso percebido, e portanto não tem uma relação unívoca com a unidade física watt. A relação entre watt e lúmen é diferente para cada comprimento de onda. No caso do comprimento de onda para o qual o olho é mais sensível à luz do dia, 555 nm, verifica-se que a um watt corresponde uma intensidade luminosa de 683 lúmen.
Para avaliar fontes luminosas é necessário saber-se que percentagem da energia consumida se obtém em forma de luz.
A relação entre a intensidade total luminosa emitida e a potência utilizada designa-se rendimento luminoso. A partir da definição anterior seria possível um rendimento máximo luminoso de 683 lúmen por watt. Contudo, os valores alcançados na prática são de facto consideravelmente menores. Assim, por exemplo, no caso de uma lâmpada de incandescência, uma grande parte da energia elétrica consumida emite-se em forma de energia térmica. Uma grande parte da luz que se emite tem comprimentos de onda para os quais o olho possui uma sensibilidade muito menor do que se poderia supor para o fator de conversão indicado anteriormente. Por esta razão, no caso de uma lâmpada de incandescência de, por exemplo, 40 watt, só se consegue um rendimento luminoso de 12 lúmen por watt.

Como referenciar: lúmen in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-22 04:14:06]. Disponível na Internet: