mailing

Forma de correio direto, constituída por:

1) o sobrescrito de envio ou envelope, um elemento-chave para criar no destinatário, em poucos segundo, uma forte vontade de analisar o seu conteúdo;
2) a carta comercial, que deve ser apelativa e levar à ação, apresentando a sua redação as características seguintes: mensagem com entusiasmo e emoção, como se estivesse presente o vendedor, texto compreensível, não contendo mais de 15 palavras por frase, nem mais de 10% de palavras longas, vantagens e benefícios do produto realçados e indicação apenas de algumas das suas características, introdução de letras grandes e sublinhados de modo a chamar a atenção, primeiro parágrafo cativante, inclusão de efeitos visuais, personalização da mensagem pela colocação do nome do destinatário em várias passagens, identificação do remetente pela assinatura manuscrita de um responsável da organização e post-scriptum que chama a atenção para os pontos fortes da mensagem e incentiva à ação;

3) brochura ou folheto, que completam a função de venda da carta e substituem o contacto com o produto, apresentando os benefícios e as características do mesmo;

4) cupão de resposta, que pretende acelerar e facilitar a ação do destinatário da mensagem e evitar erros do endereço, existindo duas possibilidades, envelope ou postal RSF - resposta sem franquia;

5) amostras, brindes, ofertas e garantias, que são estímulos do interesse do destinatário e se podem materializar em moedas, chaves, porta-chaves e cartões.

Como referenciar: mailing in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-05-26 10:43:03]. Disponível na Internet: