Manuel Monterroso

Médico, modelador e caricaturista português, Manuel Aníbal da Costa Monterroso nasceu em fevereiro de 1876, na freguesia da Lomba, em Amarante, e morreu em fevereiro de 1968. Apesar de ter revelado desde muito cedo uma extraordinária vocação para o desenho, optou, depois de ter feito os estudos básicos no Colégio do Campo da Feira, pelo curso de Medicina, que concluiu em 1902, na antiga Escola Médico-Cirúrgica do Porto. Ainda estudante de medicina, iniciou a sua colaboração no periódico A Paródia, dirigido por Rafael Bordalo Pinheiro.
Ilustrou publicações célebres da sua época, como, por exemplo, Tauromaquia Alegre, Último Curso do Dr. Lebre, Porto 1900, Jornal de um Espectador, Cenas da Rua e Folhas da Vida; colaborou em jornais diários como O Primeiro de janeiro, O Comércio do Porto e A Voz Pública; e realizou exposições em grupo na Sociedade de Belas-Artes, no Salão Silva Porto e no Salão de Festas do Coliseu.
Para além do seu trabalho como caricaturista e modelador – concebeu vários modelos de jarras com figuras adaptadas e outras peças a imitar o antigo - esteve sempre ligado à prática médica: foi, na cidade do Porto, Delegado de Saúde, médico legista, médico especialista da Direção dos Caminhos de Ferro e do Estado e da Assistência Nacional aos Tuberculosos, e ainda professor de Anatomia Artística da Escola de Belas-Artes do Porto.
Manuel Monterroso foi, pelo conjunto do seu trabalho, homenageado com o título de Cavaleiro da Ordem de Sant'Iago da Espada e com a Medalha de Prata da Cruz Vermelha e do Instituto de Socorros a Náufragos. Em junho de 1954 foi inaugurada, no Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso, em Amarante, uma sala com o seu nome.
Como referenciar: Manuel Monterroso in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-24 19:31:26]. Disponível na Internet: