Manuela Porto

Tradutora e escritora, nascida a 24 de abril de 1908, em Lisboa, e falecida a 7 de julho de 1950, na mesma cidade, ficou na memória de quantos a conheceram pela capacidade de declamar poesia com apaixonada devoção. Nos últimos anos de vida dedicou-se ao teatro, tendo colocado em cena Gil Vicente, Camilo, Pirandelo e Tchekhov. A sua ficção é marcada pela preocupação social, estando próxima do ideário neorrealista. é autora de obras como Um Filho Mais e Outras Histórias (1945) e Doze Histórias Sem Sentido (1952).
Como referenciar: Porto Editora – Manuela Porto na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-22 07:36:26]. Disponível em