máquina diferencial

Idealizada em 1820 por Charles Babbage, um professor da Universidade de Cambridge, considerado o "pai" da informática moderna, a máquina diferencial pretendia calcular e deixar escritas tabelas matemáticas. Era assim chamada porque se servia do "método das diferenças", que consiste em basear todo o calculo na adição, por muito complexa que fosse a função. A sua grande vantagem residia no facto de que cada resultado se baseava no anterior, pelo que se o milésimo resultado estivesse correto, também o estariam os 999 que o precediam.
No entanto, a engenharia da época não permitia a construção em escala real da máquina que Babbage projetara. Apesar de este ter dedicado anos à construção das ferramentas e mecânica necessárias, não fez mais do que um protótipo, ainda assim, capaz de trabalhar com seis dígitos a uma velocidade constante.
Em 1833 Babbage abandona a ideia da máquina diferencial, em prol da máquina analítica.
Como referenciar: máquina diferencial in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-17 06:35:26]. Disponível na Internet: