Maria do Carmo Fonseca

Cientista e investigadora portuguesa nascida em 1959.
Em 1983, licenciou-se em Medicina, pela Universidade de Lisboa. Fez também estudos complementares em instituições como o Laboratório Europeu de Biologia Molecular, na Alemanha. Entretanto, tornou-se docente da Faculdade de Medicina de Lisboa e chegou a professora catedrática.
Entre 1998 e 1999, pertenceu a um comité de aconselhamento para investigação do genoma ligado à Comissão Europeia. A partir de 2001, passou a coordenar o Instituto de Medicina Molecular (IMM) da Faculdade de Medicina, depois de ter sido, durante cinco anos, chefe executiva do Departamento de Biologia Molecular e Celular do Centro de Pesquisa Biomédica (CEBIP) da Universidade de Lisboa.
Já como diretora do Laboratório de Biologia Celular e Molecular, parte integrante do IMM, em novembro de 2002, recebeu em Espanha o Prémio DuPont de Ciência, graças ao seu trabalho em matéria de genética molecular. Foi a primeira vez que este galardão ibérico, criado em 1992, foi entregue a uma mulher. Antes já havia sido distinguida por três vezes com o Prémio de Investigação Pfizer, atribuído pela Sociedade das Ciências Médicas, de Lisboa. Em 1993, havia sido galardoada com o prémio José Sala-Trepat, da Fundação de France/Institut Pasteur, em Paris.
A investigadora, que pertence à Academia Portuguesa de Medicina e à Academia das Ciências de Lisboa, recebeu em 2001 a Comenda da Ordem de Sant'iago de Espada.
Em abril de 2004, foi escolhida para liderar um projeto internacional da Fundação Europeia para a Ciência que, para além de Portugal, envolve cientistas da Suíça, Dinamarca e Holanda. A cientista, em representação do IMM, foi nomeada Investigadora Coordenadora de um projeto de investigação internacional enquadrado no programa internacional EuroDYNA - EUROCORES (European Collaborative Research). Este programa pretende ajudar a compreender a função do genoma. O grupo liderado por Maria do Carmo Fonseca foi formado para trabalhar no processo de descodificação da informação genética nas células humanas.
Como referenciar: Maria do Carmo Fonseca in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-12-19 11:07:42]. Disponível na Internet: