Maria José Salavisa

Arquiteta e decoradora de interiores, nasceu em abril de 1925 e morreu a 12 de janeiro de 2006, em Lisboa, após uma intervenção cirúrgica.
Salavisa, considerada pioneira da decoração em Portugal, foi, nos anos 60 do século XX, um dos primeiros alunos formados em Artes Decorativas e História dos Estilos em Mobiliários pela Fundação Ricardo Espírito Santo.
Entre as obras mais marcantes da decoradora destacam-se a decoração da discoteca Kapital, do restaurante Kais e do salão nobre do Teatro da Trindade, todos em Lisboa, assim como do campo de golfe da Vitória, em Vilamoura.
Maria José Salavisa tinha uma forte ligação com Óbidos, onde viria a ser sepultada. Em Óbidos foi decidido montar um centro de design com o seu nome, na instalação do qual Salavisa estava a colaborar à hora da sua morte. Óbidos foi também a terra escolhida, pela própria e pelo município, para instalar a Casa-Museu Abílio Mattos Silva, o marido de Salavisa, falecido em 1985. Mattos Silva foi um dos grandes nomes do teatro português.
Como referenciar: Porto Editora – Maria José Salavisa na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-07-29 15:35:38]. Disponível em