Marie Dressler

Atriz norte-americana, de origem canadiana, nascida a 9 de novembro de 1868, no Ontário, e falecida a 28 de julho de 1934, na Califórnia. Filha de artistas teatrais, começou a sua carreira artística na companhia teatral dos pais quando tinha 14 anos. Gradualmente ganhou nome no género da ópera ligeira, tendo chegado à Broadway em 1892 onde se tornou numa grande vedeta do vaudeville. Chegou ao cinema pelas mãos de Mack Sennett que a colocou ao lado de Charles Chaplin em Tillie's Punctured Romance (As Bodas de Charlot, 1914). O seu porte físico avantajado adaptava-se ao mundo da comédia, tendo interpretado diversas curtas-metragens. Em 1918, pelo facto de ter apoiado uma greve dos artistas, o seu nome foi vetado pelos principais produtores de Hollywood. Só regressou ao cinema em 1927 com a comédia Joy Girl. Com o advento do filme sonoro, tornou-se numa das artistas mais populares dos Estados Unidos. Foi uma das primeiras vencedoras do Óscar de Melhor Atriz pelo seu trabalho em Min and Bill (1930) onde desempenhou o papel duma dona de um hotel humilde que tenta proteger uma criança dos maus tratos da sua mãe alcoólica. Repetiu a nomeação dois anos depois pelo seu trabalho em Emma (Os Meus Meninos, 1932), recriando uma pitoresca dona de casa.
Como referenciar: Marie Dressler in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-12-01 15:56:39]. Disponível na Internet: