Marnoco e Souza

Jurista, professor universitário e político português, nascido 1869 e falecido em 1916, licenciou-se e doutorou-se na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Em 1898 concorreu a professor substituto e quatro anos depois foi promovido a professor catedrático.
Foi diretor da Faculdade de Direito num período marcado por alguns acontecimentos como novas instalações, criação do instituto jurídico, etc., e diretor da Biblioteca da Universidade, ficando-se-lhe a dever a criação do Boletim Bibliográfico. É autor de vasta e importante literatura jurídica, de que se destacam as seguintes obras: Das Letras, Livranças e Cheques; Direito Político e Constituição Política da República Portuguesa.
Foi presidente da Câmara de Coimbra, onde exerceu importante atividade (que serviu de exemplo a outros municípios) na área da higiene, embelezamento e conforto da terra, e ministro da Marinha e Ultramar. Da sua obra pode-se ainda destacar História das Instituições de Direito Romano, Peninsular e Português.
Como referenciar: Marnoco e Souza in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-25 04:58:18]. Disponível na Internet: