Maurice Ravel

Compositor francês que ficou célebre pela habilidade musical e pela perfeição, na forma e no estilo, das suas composições. Nasceu em 1875, em Ciboure, em França, e morreu em 1937, em Paris.
Formou-se no Conservatório de Paris, em 1905, onde foi sempre considerado um excêntrico. Durante esse período, compôs alguns dos seus trabalhos mais conhecidos, como Pavane pour une Infante Défunte, Sonatine e String Quartet. Pouco tempo depois, era já conhecido por toda a Europa.
A produção musical de Ravel é definida em torno da voz cantada, do piano, da orquestra e do teatro. Em quase todas as suas obras, é possível encontrar um certo gosto por rituais de outros povos e de povos que vivem no imaginário. Para ele, a música era uma espécie de ritual, com as suas próprias leis, isolada do resto do mundo exterior. O compositor russo Igor Stravinsky, seu contemporâneo, comparou-o ao "mais perfeito relojoeiro suíço". Os seus trabalhos mais célebres são: Boléro (1928), l' Heure espagnole (1907), o ballet Daphnis et Chloé (levado a palco em 1912), La Valse (1920) e a ópera L'Enfant et les sortilèges (1925).
Como referenciar: Porto Editora – Maurice Ravel na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-19 00:30:20]. Disponível em