Menir da Bulhoa

O menir da Bulhoa foi localizado na herdade da Bulhoa, em local muito próximo da base da colina onde se ergue a vila de Monsaraz, no concelho de Reguengos de Monsaraz.
Desprezado ao longo de muito tempo, este monumento jazeu prostrado sobre o solo, o que contribuiu para a erosão das suas gravuras, e foi mutilado. Em 1970, por iniciativa da Junta Distrital de Évora e do Grupo dos Amigos de Monsaraz, o monumento foi reconstruído e reerguido.
O menir da Bulhoa é um menir gravado que levanta problemas de cronologia, ainda não totalmente esclarecidos. Será que os temas foram gravados de origem ou posteriormente? Os temas insculturados compõem-se de um motivo solar, na parte superior, e meandros ou ziguezagues em ambas as faces do monumento.
Ora o motivo solar apresenta um longo historial representativo que se estende do neolítico ao calcolítico, com paralelos europeus.
Que significariam estes monumentos? Ao abordarmos esta questão temos de ter em mente dois aspetos importantes que se prendem com o facto de estes monumentos terem tido uma longa sobrevivência por um lado, e de poderem ter tido diversos significados, quer em simultâneo, quer no decurso desse longo tempo de vida. Assim, as explicações como marcas de território, sinais de orientação na paisagem, locais de culto ou de observação astronómica podem ter coexistido para um mesmo monumento numa só época, podem ser atributos de um monumento ao longo dos tempos ou podem ainda dizer respeito a vários monumentos.
De igual modo a atribuição cronológica é imprecisa. Podem datar-se genericamente do V, IV ou III milénio, usados e reutilizados, talvez com o mesmo significado.
Como referenciar: Menir da Bulhoa in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-02-23 20:43:11]. Disponível na Internet: