Mercedes Ruehl

Atriz norte-americana, Mercedes J. Ruehl nasceu a 28 de fevereiro de 1948, em Nova Iorque. Estreou-se no cinema em 1979 com um pequeno papel de polícia em The Warriors (Os Selvagens da Noite). Depois disso, trabalhou, particularmente no teatro e na televisão, até 1988, ano em que obteve dois bons papéis no cinema: o de mãe de Tom Hanks em Big e especialmente o de mulher de um mafioso em Married to the Mob (Viúva... Mas Não Muito), de Jonathan Demme.
Em 1991, teve o ponto alto da sua carreira cinematográfica ao vencer o Óscar e o Globo de Ouro de Melhor Atriz Secundária por The Fisher King (O Rei Pescador), dirigido por Terry Gilliam, interpretando o papel da sofredora namorada de Jeff Bridges. No mesmo ano, venceu o Tony pelo seu trabalho na peça Lost in Yonkers, de Neil Simon.
A partir daí, não conseguiu muitos papéis que fizessem justiça ao seu talento, destacando-se contudo os que desempenhou em Roseanna's Grave (O Último Desejo de Roseanna, 1997) ou em What's Cooking? (2000).
Como referenciar: Mercedes Ruehl in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-21 03:38:43]. Disponível na Internet: