mesão

Um mesão é uma partícula elementar cuja massa se encontra compreendida entre a dos leptões (entre os quais se encontra o eletrão) e os bariões (entre os quais se encontra o protão e o neutrão).
Esta classificação vem do facto de se dividirem as partículas elementares segundo a sua massa em três tipos: leptões (do grego lépton: pequeno, ligeiro), mesões (do grego mésos: ponto médio) e bariões (do grego barýs: pesado).
Foi em 1939, que o físico norte-americano Carl David Anderson, conjuntamente com o físico Neddermeyer, encontrou nas camadas altas da atmosfera partículas até então completamente desconhecidas, que pareciam ter sido geradas em processos provocados pela radiação cósmica. A sua massa era cerca de 206 vezes superior à do eletrão e o seu tempo de permanência era de 2,2x10-6s. Estes físicos denominaram esta partícula, devido à sua massa intermédia, de mesão. Esta partícula também é designada como muón ou muão.
Existem dois grandes grupos de mesões, cada um formado por partículas diferentes de cargas positiva, negativa ou neutra.
O primeiro grupo é constituído pelos mesões pi (p), ou piões, que surgem nos choques de núcleos muito energéticos.
O outro grupo importante é formado pelos mesões K, que surgem dos choques dos piões com protões.
Como referenciar: mesão in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-04-19 22:50:33]. Disponível na Internet: