mesóclise

Em português a mesóclise manifesta-se através da inserção de um pronome pessoal no meio de uma forma verbal, fenómeno que apenas se verifica no Condicional (dir-me-ia; fá-lo-ias; convencer-nos-iam; vê-lo-íamos) e no Futuro do Indicativo (sabê-lo-ei; comprá-la-á; escrever-te-emos; julgá-los-eis).
A mesóclise é um fenómeno sintático que revela uma formação tardia das formas verbais do Futuro Simples do Indicativo e do Condicional Simples, inexistentes nesta forma em latim, e construídas a partir de uma forma perifrástica que juntava ao Infinitivo dos verbos as desinências do verbo haver (habere) no Pretérito Imperfeito, para o Condicional, e no Presente, para o caso do Futuro:


Portanto, esta junção recente permitiu a inserção do pronome pessoal no meio destas formas verbais, o mesmo não sendo possível para as outras formas verbais.
Como referenciar: Porto Editora – mesóclise na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-02 13:29:43]. Disponível em