Metalurgia dos Hititas

O estado hitita existe historicamente desde o século XVII a. C., resultado da fusão entre os hati e os invasores indo-europeus que tomaram o seu nome. Tiveram como primeira capital a cidade de Cussar, mas, a partir do século XVI a. C., a monarquia melhor organizada instala-se em Hatusa, no local da atual Bogaz-Keui.
A exportação de ferro da Anatólia deve ter conhecido um significativo desenvolvimento, pois os indo-europeus difundiram o seu uso, enquanto os próprios hititas são comummente designados por povo metalúrgico.
Os artesãos ocupam um papel de destaque na sociedade, nomeadamente carpinteiros e ferreiros. Apesar do metal frequentemente mais trabalhado ser o bronze, conhecia-se já a fundição do ferro concedendo-se, inclusive, grande valor a este metal. O meio de intercâmbio era a prata, que abundava nas montanhas do Taurus. Desconhecemos, contudo, a forma como os monarcas hititas controlavam esta potencial fonte de riqueza.
Como referenciar: Metalurgia dos Hititas in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-17 07:57:37]. Disponível na Internet: