Mia Farrow

Atriz norte-americana nascida em 9 de fevereiro de 1945, na Califórnia, filha do realizador John Farrow e da atriz Maureen O'Sullivan. Educada num colégio interno britânico, voltou aos Estados Unidos para estudar Teatro, Dança e Música. Por influência de sua mãe, conseguiu um papel na Broadway, integrando o elenco de A Importância de Chamar-se Ernesto (1963) de Oscar Wilde. Seguiu-se um papel importante na telenovela Peyton Place (1964-66), onde conseguiu alcançar alguma notoriedade a nível nacional. A sua estreia cinematográfica foi feita em Guns at Batasi (Revolta em Batasi, 1964) ao lado de Richard Attenborough. No verão de 1965, foi uma das figuras mais requisitadas dos paparazzi quando se tornou na terceira esposa de Frank Sinatra. O casamento durou apenas três anos e nesse período, Mia optou por não trabalhar em cinema. Regressou em força no filme de terror Rosemary's Baby (A Semente do Diabo, 1968) onde deu corpo a uma jovem que se torna mãe do Anti-Cristo. Distinguir-se-ia ainda em A Dandy in Aspic (À Beira do Pânico, 1968), Secret Cerimony (Cerimónia Secreta, 1968), Blind Terror (A Ameaça, 1971) e The Great Gatsby (O Grande Gatsby, 1974), a adaptação do romance de F. Scott Fitzgerald. Em 1982, depois de se divorciar do pianista André Previn, iniciou a sua relação profissional e afetiva com Woody Allen que a dirigira em A Midsummer Night's Sex Comedy (Uma Comédia Sexual Numa Noite de verão, 1982). Será sob a orientação de Allen que assinará os seus melhores trabalhos, desempenhando na maioria das vezes o papel de mulher frágil e ingénua em filmes como Broadway Danny Rose (O Agente da Broadway, 1984), The Purple Rose of Cairo (A Rosa Púrpura do Cairo, 1985), Hannah and Her Sisters (Ana e as Suas Irmãs, 1986), Radio Days (Os Dias da Rádio, 1987), Crimes and Misdemeanors (Crimes e Escapadelas, 1989), Alice (1990) e Husbands and Wives (Maridos e Mulheres, 1992). Em 1992, separou-se de Allen após ter descoberto que este mantinha uma relação amorosa com Soon-Yi. Desde então, tem trabalhado sobretudo em telefilmes e filmes independentes.
Como referenciar: Mia Farrow in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-14 18:54:52]. Disponível na Internet: