Michael Douglas

Ator e produtor norte-americano, Michael Kirk Douglas nasceu a 2 de setembro de 1944, em Nova Jérsia, EUA. Como filho de Kirk Douglas, entra em contacto com o mundo do cinema desde criança. Em 1962, começou a estudar Teatro na Universidade de Santa Barbara na Califórnia, onde conhece o ator Danny DeVito. Estreou-se como ator num filme de baixo orçamento intitulado Hail, Hero (1969). Os fracassos comerciais dos seus filmes levaram-no a virar-se para a televisão e aceitou um dos papéis principais da série policial de culto Streets of San Francisco (Ruas de São Francisco, 1972-1976), ao lado de Karl Malden. Paralelamente, desenvolveu uma atividade de produtor: One Flew Over the Cuckoo´s Nest (Voando Sobre um Ninho de Cucos, 1975) foi uma aposta pessoal triunfal - cinco Óscares nas categorias principais: Melhor Filme, Melhor Realizador (Milos Forman), Melhor Ator (Jack Nicholson), Melhor Atriz (Louise Fletcher) e Melhor Argumento Adaptado. Surgiu como produtor e ator ao lado de Jane Fonda e Jack Lemmon em The China Sindrome (O Síndroma da China, 1979), um thriller sobre um acidente nuclear. A década de 80 assistiu a um Douglas mais vocacionado para os filmes de aventura: ao lado de Kathleen Turner e de Danny DeVito, protagonizou Romancing the Stone (Em Busca da Esmeralda Perdida, 1984) e The Jewel of the Nile (A Joia do Nilo, 1985). Em seguida, interpretou um dos papéis mais difíceis da sua carreira: o de yuppie aterrorizado pelo desequilíbrio mental de uma magnífica Glenn Close, em Fatal Attraction (Atração Fatal, 1987). Nesse mesmo ano, dirigido por Oliver Stone em Wall Street, desempenhou aquela que foi talvez a sua personagem mais emblemática: a de Gordon Gekko, impiedoso corretor da Bolsa cujo lema era "greed will save the USA". A sua interpretação valeu-lhe o Óscar de Melhor Ator. Depois desse filme, Douglas regressou aos thrillers: ao lado de Andy Garcia, filmou Black Rain (Chuva Negra, 1989) por um cachet de 10 milhões de dólares; entrou no polémico e erótico Basic Instinct (Instinto Fatal, 1992 ), onde formou dupla com Sharon Stone; interpretou um homem afetado por um esgotamento nervoso em Falling Down (Um Dia de Raiva, 1993); viu-se "assediado" por Demi Moore em Disclosure (Revelação, 1994), numa adaptação cinematográfica da obra de Michael Crichton; e juntou-se ao realizador de Se7en (Sete Pecados Mortais) - David Fincher - para protagonizar The Game (O Jogo, 1997). A partir daí, Douglas encheu capas nos tabloides, não pelas suas qualidades de ator ou produtor, mas pelos constantes casos de infidelidade que levaram a sua mulher a pedir o divórcio. Casou-se novamente em 2000 com a atriz galesa Catherine Zeta-Jones, com quem contracenou em Traffic (2000). Desde então, surgiu em filmes como Wonder Boys (Prodígios, 2000) e It Runs in the Family (2003) onde contracenou com o seu pai.
Como referenciar: Michael Douglas in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-07 19:42:34]. Disponível na Internet: