Michel Crozier

Sociólogo francês, nascido em 1922, especialista no estudo das organizações. Estuda o fenómeno burocrático nas organizações a partir do exemplo francês, que refere constituir-se como um modelo assente em duas características:
i) numa tendência longínqua e difusa na definição das autoridades, por forma a proteger a autonomia de cada um dos atores dentro do sistema burocrático;
ii) numa definição de regras impessoais, como forma de reduzir a dependência de uns atores sobre os outros face às hierarquias, capaz de fazer reduzir os riscos decorrentes da existência de responsabilidades individualizadas.
A análise de Michel Crozier, a partir do caso francês, põe a descoberto as forças que bloqueiam a adaptação das estruturas económicas, políticas e sociais capazes de promoveram a modernização das organizações.
Como referenciar: Michel Crozier in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-22 02:36:07]. Disponível na Internet: