Miocastorídeos

Família de mamíferos, da ordem dos roedores, característicos dos rios sul-americanos, de que é exemplo o coipu ou falsa-lontra (Myocastor coypus).
O comprimento da cabeça e do tronco do coipu varia entre 43 e 63 centímetros, tendo a cauda um comprimento que pode variar entre 30 e 40 centímetros. O seu peso varia entre os 7 e 9 quilogramas. Os primeiros espanhóis que viram os coipus confundiram-nos com lontras e daí o serem conhecidos por falsas-lontras. Os coipus são magníficos nadadores, com pelagem longa e densa. Habitam em galerias que escavam nas margens dos cursos de água. Se as condições das margens não são próprias para escavar, os coipus constroem refúgios acumulando na terra ou em águas pouco profundas todo o tipo de caules e matérias vegetais. As patas posteriores têm os dedos com membranas interdigitais que lhes facilitam a natação. Além de bons nadadores são bons mergulhadores pois podem permanecer dentro de água mais de cinco minutos. Possuem glândulas sebáceas nas comissuras da boca, cuja secreção engordura o pelo.
Na sua adaptação à vida aquática, os seis pares de mamas estão situados numa posição elevada o que permite que as crias mamem enquanto a mãe nada.
As fêmeas no fim de uma gestação de 18 semanas podem dar à luz três a cinco crias, que nascem cobertas de pelo e com os olhos abertos. Podem ter três ninhadas por ano. A sua alimentação é, fundamentalmente, fitófaga (caule e matérias vegetais), mas também comem pequenos animais como amêijoas-do-rio, caracóis e outros moluscos.
Como referenciar: Miocastorídeos in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-05-06 08:32:11]. Disponível na Internet: